A MALDIÇÃO DA CASA WINCHESTER (2018)

Os Irmãos Spierig são responsáveis por alguns bons filmes independentes, como “Daybreakers”, que tem uma ótima premissa mas se perde no fim, e “Predestination” que consegue ser mindblowing no melhor sentido. Após ter acertado com um novo filme da franquia “Jogos Mortais”, eles retornam com uma produção mais cara com A Maldição da Casa Winchester…

FILME 164 > A BRUXA (2016)

Antes de tudo é importante destacar que A Bruxa tem um subtítulo que não pode ser desconsiderado: A New England Folktale (um conto folclórico da Nova Inglaterra). Ou seja, ele já esclarece que o que você vai ver ali é uma fábula. E é exatamente isso que o diretor Robert Eggers nos apresenta, uma sombria fábula sobre culpa, pecado e todos…

DIA 93 > 09.04.2012 > LET ME IN (2010)

Por Raphaela Ximenes Com a notícia de que a atriz Chloe Grace Moretz poderia reviver Carrie, a famosa personagem de Stephen King, no cinema, pensei que, apesar de repudiar algumas refilmagens, essa poderia tornar-se algo interessante, já que Chloe seria Carrie. Tão nova e já excelente atriz, Chloe Grace Moretz sempre se destaca nos filmes em…

FILME 64 > THE AWAKENING (2011)

Por Raphaela Ximenes Adoro filmes de terror. Alguns por brincarem com o medo, outros por homenagearem o cinema clássico de terror, com fantasmas, suspenses e cenário gótico. Por essas últimas razões que gostei do suspense dramático THE AWAKENING, que volta á década de 20, na Inglaterra pós-guerra, para discutir o sobrenatural, o medo da morte…

FILME 57 > JUAN DE LOS MUERTOS (2011)

Por Raphaela Ximenes Ano passado, no Festival do Rio, antes da exibição do filme JUAN DE LOS MUERTOS, o diretor Alejandro Brugués disse que esperava que todos entendessem e se divertissem com a sua viagem. Quando o filme acabou, a sala de cinema lotada aplaudiu de pé Brugués, por dez minutos. Com certeza, muito merecido. Afinal, do…

FILME 48 > FRIGHT NIGHT (2011)

Por Raphaela Ximenes Normalmente torço o nariz para remakes, principalmente de filmes que adoro. Não foi diferente com FRIGHT NIGHT. Reconheço que entrei no cinema para ver esse filme com os dois pés atrás e com a certeza de que iria odiar, já que a versão de 1985 é inesquecível. Para quem cresceu indo ao…