ESPECIAL > Patty Jenkins, a mulher maravilha por trás de Wonder Woman

No início de 2015 a diretora Michelle MacLaren se afastou do projeto do filme Mulher Maravilha deixando muita gente preocupada, porque conta a lenda que um filme quando é abandonado por seu diretor é sinal de que alguma coisa está errada. Mas a Warner conseguiu contornar a situação bem rápido e Patty Jenkins tomou a frente do projeto, abafando o boato de que o estúdio não queria uma mulher dirigindo o filme. O curioso é que Jenkins estava escalada para dirigir “Thor 2” da concorrente da Warner e DC, Marvel. De qualquer forma ela faria história sendo a primeira mulher a dirigir um filme de super-herói, dessa forma ela passou a ser a primeira a dirigir um filme de super-herói, sendo que essa é a primeira grande produção sobre um super-heroína. Com certeza sua decisão foi certa.

Jenkins dirigiu o excelente “Monster” de 2003, sobre a serial killer Aileen Wuornos e que rendeu um Oscar de melhor atriz para Charlize Theron. O curioso que mesmo com muitos elogios e destaque para seu primeiro trabalho, a diretora continuou trabalhando com televisão. Em entrevistas Jenkins chama atenção para o fato de que levou mais de dez anos para ela voltar a trabalhar com uma produção para o cinema. Entendo quão frustrante deve ser, ao mesmo que percebemos cada vez mais o cinema se fechar para projetos originais, enquanto que a televisão tem gerado muitos produtos de alta qualidade, mas com certeza não ser considerada para nenhum projeto em 12 anos é muito tempo e faz pensar o quão Hollywood ainda é machista.

Felizmente Jenkins está envolvida na produção da Warner/DC mais aguardada desse ano, com muitos elogios partindo dos primeiros críticos, que já viram o filme, e uma expectativa bem alta, não só em relação à importância da personagem título como sobre a competência de Patty Jenkins. Ela começou sua carreira nos anos 1990 como assistente de câmera, dirigiu dois curtas em 2001, até estrear com Monster em 2003. Essa estreia abriu portas para Jenkins que dirigiu episódios de séries como “Arrested Development”, “Entourage”, “Betrayal” e ganhou um Emmy pelo piloto da excelente “The Killing”. Também dirigiu o episódio “Pearl”, do projeto “Five”, do canal de televisão Lifetime, que conta as histórias de cinco mulheres com câncer de mama. Além de “Exposed”, também produzido para televisão.

Jenkins merece que sua carreira no cinema cresça, ela já provou seu talento com o difícil Monster, aceitou o desafio de dirigir um dos filmes mais aguardado pelos fãs da Mulher Maravilha e da DC, o que tudo indica que ela conseguiu ser muito bem-sucedida. Seu comprometimento com o projeto e a personagem já é bem claro desde a Wonder Con, que aconteceu entre março e abril desse ano, onde no painel do filme Mulher Maravilha ela falou com entusiasmo sobre o desafio que foi aceitar dirigir o filme, ao mesmo tempo que adorou poder o fazer e ser a diretora a apresentar o primeiro filme sobre a personagem ao mundo.

Durante a premiere do filme em Los Angeles, Jenkins parecia muito feliz e satisfeita com o que conseguiu realizar, principalmente ao assistir Lynda Carter passar o bastão para Gal Gadot, quando as três se encontraram no tapete vermelho. Momento emocionante para todos os fãs da Mulher Maravilha. Nesse mesmo fim de semana, o Festival de Cannes deu o prêmio de melhor diretor à Sofia Coppola, abrindo campo para discussão sobre o papel da mulher dentro do cinema mundial. Que o filme Mulher Maravilha seja um marco em várias maneiras, como o ponta pé inicial para mais filmes sobre super-heroínas, para que mais mulheres dirijam grandes produções e recebam o reconhecimento que merecem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s