FILME 51 > THE WOMAN IN BLACK (2012)

Por Raphaela Ximenes

THE WOMAN IN BLACK marca a tentativa de Daniel Radcliffe de se afastar do personagem Harry Potter, que ele interpretou por 10 anos em 8 filmes. Tarefa difícil com certeza, já que Harry Potter ganhou importância e fama, o que tornou o ator um ícone, sem querer. Agora, Radcliffe deve e quer mostrar que há vida além de Potter e tenta deixar pra trás a imagem de ídolo adolescente, voltando às telas com um papel mais maduro em filme sombrio. Porém, ainda não é como o jovem advogado viúvo, Arthur Kipps, que o ator irá conseguir, já que passa grande parte do filme em silêncio e com o mesmo semblante triste e assustado que o tornou famoso.

Mas, isso não significa que THE WOMAN IN BLACK não seja um bom filme. Pelo contrário, nele Arthur Kipps, um advogado castigado pela vida muito cedo, com o emprego a perigo e um filho de 4 anos para cuidar. Para poder segurar seu emprego ele vai para um povoado no interior da Inglaterra, onde misteriosas mortes acontecem, levando suas crianças.

Perfeito exemplar de terror gótico vitoriano, THE WOMAN IN BLACK mantem o clima de tensão desde o início, ganhando maior impacto ao ter como cenário uma verdadeira mansão mal assombrada, cheia de sombras e segredos. O silêncio apenas aumenta o suspense e os olhos de Radcliffe são o espelho perfeito para o medo. Porém, THE WOMAN IN BLACK  é um filme de terror no estilo antigo, sem monstros, possessões demoníacas ou sangue. Ele é sombrio na medida certa, combinado com a tristeza de seus personagens que vivem em função de uma estória trágica. O filme de fantasmas perfeito para quem gosta de terror clássico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s