FILME 40 > JANE EYRE (2011)

Por Raphaela Ximenes

JANE EYRE é um clássico da literatura mundial, escrito por Charlotte Brontë, que volta e meia ganha uma adaptação para o cinema. A versão mais famosa é a de 1996, dirigida por Franco Zeffirelli e estrelada por Charlotte Gaisnbourg. Desde então, nenhuma outra conseguiu superar a visão mega romântica de Zeffirelli (talvez sua marca registrada). Até agora.

O jovem diretor Cary Fukunaga (que apesar do sobrenome, nasceu na Califórnia), decidiu levar a sua visão para as telas e o resultado é maravilhoso. Sua Jane Eyre é a jovem Mia Wasikowska e seu Lorde Rochester é ninguém menos que o charmoso Michael Fassbender. Preciso reconhecer que tinha algumas implicâncias com Wasikowska, porque acahva que ela não conseguia sair do personagem “Alice”, mas sua Jane Eyre é quase perfeita. Contida, mostrando apenas com os olhos todo o sofrimento pelo qual passou, sem exageros e sem ser caricatural. Sua juventude é tão óbvia, que a ingenuidade da personagem é palpável. Fassbender como o incontrolável Rochester, um anti-herói impossível de não adorar, consegue transmitir seu amor arrebatador como poucos.

Para quem gosta de filmes de época, fãs de Charlotte Bronte e aqueles que estavam na dúvida em relação a essa versão. Assistam sem medo. A direção de arte é belíssima, a direção intimista de Fukunaga combina com a história e seus protagonistas combinam perfeitamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s